As fibras alimentares estão entre os principais fatores da alimentação que contribuem para a prevenção de doenças crônicas.

Conforme sua solubilidade no sistema gastrintestinal, a fibra alimentar pode ser classificada em solúvel e insolúvel.

Embora se tenha facilidade de encontrá-las, e terem um custo relativamente baixo, estudos indicam que a população brasileira não consome as quantidades recomendadas de 20 a 40 g/dia para um adulto saudável.

Uma alimentação rica em fibras ajuda a remover os metais tóxicos do organismo, além de auxiliar na regulação e manutenção do sistema digestivo. A presença da fibra na dieta é muito importante para o bom funcionamento peristáltico do intestino (movimentos involuntários), evitando prisão de ventre.
Consumir fibras é benéfico para prevenção ou tratamento de Diabetes, Obesidade, Câncer de intestino, doenças do coração, redução do colesterol, entre outros.

Especialistas sempre acharam que as fibras poderiam ser utilizadas no controle da obesidade, pois não são digeridas pelo organismo e não fornecem calorias. Desta forma, elas dariam uma sensação de saciedade mesmo se ingeridas poucas calorias.
A fibra age como uma vassourinha, absorvendo excessos (açúcar, gordura) e varrendo para fora do corpo o que ele não necessita.

Alguns alimentos ricos em fibras:

  • Cereais integrais: Aveia, arroz e pão integral, quinoa, linhaça.
  • Frutas: maçã, laranja, ameixa e manga, sempre com casca e bagaço.
  • Legumes e Vegetais: couve, repolho, Berinjela, agrião, cenoura crua.
  • Grãos: soja, grão de bico, feijão, lentilha e ervilha.
  • Oleaginosas: nozes, castanhas.

Dicas para preservá-las e consumi-las melhor:

  • Cozinhe os legumes no vapor, evitando assim a perda de fibras e principalmente de vitaminas.
  • Dê preferência sempre aos alimentos crus. E sempre lave-os muito bem.
  • Quanto menos o alimento for partido, melhor. Evite cortar as folhas em pedaços muito miúdos.
  • Coma as frutas com casca.

Consumir em excesso é prejudicial

Atingir a recomendação é algo difícil, por isso o excesso dificilmente irá acontecer… mas em excesso a fibra pode diminuir a absorção de micronutrientes com cálcio, zinco, ferro… Procure aumentar o consumo de fibras em sua alimentação de forma gradativa, para melhor adaptação do intestino. Se o aumento for brusco, pode causar cólicas, flatulência, distensão e diarreia.

Portanto, uma alimentação balanceada é fundamental, com porções diárias de cereais integrais, legumes, verduras e frutas, podendo assim, obter as quantidades de fibras necessárias para o nosso dia a dia, não se esquecendo de aumentar o consumo de líquidos durante o dia para obter seus benefícios. Seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis.

 

Bjs da Nutri!!!

A IMPORTÂNCIA DAS FIBRAS!!!
Classificado como:            
WhatsApp WhatsApp