O que são os radicais livres?

Durante a respiração celular, as reações químicas em nosso organismo desencadeiam a formação de algumas moléculas instáveis (conhecidas como radicais livres), espécies reativas de oxigênio que, por apresentar um número irregular de elétrons, acaba por reagir com outras moléculas de nosso organismo a fim de restaurar o seu equilíbrio.

Os radicais livres não são completamente vilões em nosso organismo, pois eles possuem papel importante no combate a inflamações, eliminação de bactérias e controle do tônus dos “músculos lisos”.

O problema é que, ao reagir com outras moléculas, eles acabam por desestruturar aquelas moléculas com as quais reagiram, danificando as mesmas.

Tais danos cometidos pelos radicais livres são indicados também como potencializadores do surgimento de certas doenças. Além disso, os radicais livres também são associados ao câncer e envelhecimento.

Sendo assim, é importante que controlemos a quantidade de radicais livres em nosso organismo a fim de evitar os malefícios que podem ser causados pelo acúmulo indevido de radicais livres.

Um dos mecanismos que aumenta a produção dos mesmos é a prática de exercícios físicos, principalmente os prolongados e intensos, pois durante os exercícios físicos, sua respiração é aumentada, e por não suprir todas as necessidades, outras reações auxiliares são desencadeadas, levando a um aumento da produção de radicais livres.

O ambiente em que vivemos também é responsável pelo aumento da produção. Poluição ambiental e exposição excessiva ao sol também podem ser responsáveis.

Hábitos como: alcoolismo, tabagismo, stress e uma alimentação incorreta também aumentam a produção dos radicais livres.

O que são Antioxidantes?

Os antioxidantes são substâncias que, em contato com os radicais livres, reagem, neutralizando os mesmos. O nosso organismo produz antioxidantes, entretanto de acordo com a situação em que nosso organismo se encontra pode não ser suficiente.

E é aí onde a boa alimentação pode nos ajudar, ao oferecer nutrientes que são antioxidantes e que, portanto, participarão deste combate contra o excesso de radicais livres

São vários os nutrientes que têm essa ação no organismo. Entre eles estão as vitaminas C e E, carotenóides e isoflavona. A eficiência da função dos antioxidantes derivados da alimentação depende da sua biodisponibilidade e da ingestão de quantidades adequadas do nutriente. Entretanto, é bom lembrar que cada vitamina tem uma ingestão diária adequada, ou seja, em excesso elas fazem mal. Por isso, sempre procure um profissional especializado antes de ingerir polivitamínicos.

Estudos mostram que uma alimentação rica em frutas, legumes, vegetais, hortaliças e cereais garantem uma boa proteção contra os radicais livres e ainda reduzem consideravelmente o risco de envelhecimento precoce e também de várias doenças.

Veja onde encontrar essas substâncias:

VITAMINA A: abóbora, batata doce, brócolis, cenoura, damasco seco e melão;

VITAMINA C: frutas cítricas e vegetais verdes, como acerola, brócolis, caju, couve, kiwi, laranja, lima, limão, morango e tomate;

VITAMINA E: a fonte mais importante é o gérmen de trigo, mas também pode ser encontrada em amêndoas, castanhas-do-pará, gemas, legumes, vegetais folhosos e óleos de algodão, arroz, girassol, milho e soja;

BIOFLAVONÓIDES: frutas cítricas e uvas vermelhas ou escuras;

CATEQUINAS: chá verde, morango e uva;

ISOFLAVONAS: principalmente na soja;

LICOPENO: principalmente no tomate;

SELÊNIO: aves, carnes, frutos do mar, fígado e castanha-do-pará;

ZINCO: aves, carnes, cereais integrais, feijões, frutos do mar, leite e nozes;

 

Se você quer ter uma vida saudável, é bom tomar alguns cuidados para evitar a produção de muitos radicais livres em seu organismo. Somente consumir mais antioxidantes pode não ser suficiente.

Evite o consumo de álcool e tabaco, bem como a exposição excessiva aos raios solares.

Procure viver em uma área longe de poluição e não deixe de praticar exercícios físicos – apesar de serem responsáveis pelo aumento de radicais livres, os exercícios físicos são responsáveis por inúmeros benefícios, de tal forma que seria loucura simplesmente “interromper as caminhadas matinais devido a um probleminha”.

Além disso, pessoas que praticam exercícios físicos regularmente sofrem menos com a ação dos radicais livres, pois a atividade física regular aumenta a produção de enzimas que destroem os radicais livres.

Bjs da Nutri!!!

RADICAIS LIVRES E ANTIOXIDANTES!!!
Classificado como:    
WhatsApp WhatsApp