LOOP DO AÇÚCAR!!!

Isso é o que acontece quando ingerimos alimentos ricos em açúcar e carboidratos de alta carga glicêmica.
Por isso devemos diminuir a ingestão desses alimentos, além disso, eles aumentam o risco de termos doenças como diabetes, câncer, obesidade, gordura no fígado, aumento do colesterol e de triglicerídeos, depressão, envelhecimento precoce, entre outros. Ler mais

PROPRIEDADES DA BANANA VERDE

A banana é um componente constante na dieta dos brasileiros, inclusive os de baixa renda, devido às suas características sensoriais e ao seu alto valor nutritivo. Apenas um fruto de banana pode suprir cerca de 25% da ingestão diária recomendada de ácido ascórbico, além de fornecer quantidades significativas de vitaminas A e B, potássio e outros minerais, como o sódio. A banana verde apresenta alto teor de amido correspondendo de 55 a 93% do teor de sólidos totais.

A polpa de banana, quando verde, não apresenta sabor. Os frutos ainda verdes são ricos em flavonóides, os quais atuam na proteção da mucosa gástrica, e também apresentam conteúdo significativo de amido resistente, o qual age no organismo como fibra alimentar, sendo que este não é digerido e absorvido no intestino delgado, podendo ser fermentado no intestino grosso, produzindo substâncias que servem como fonte de energia para a produção das bactérias benéficas do nosso intestino, além de manter a integridade da mucosa do nosso intestino, que é responsável pela absorção adequada dos nutrientes e pela barreira da entrada de substâncias maléficas. Desta forma, o consumo de banana verde auxilia no trânsito intestinal adequado, atuando na prevenção e tratamento de quadros como diarréia e constipação, além de prevenir o desenvolvimento de doenças como o câncer de intestino.

Benefícios à saúde têm sido atribuídos aos alimentos ricos em amidos, que sejam relativamente ou absolutamente resistentes à digestão no intestino delgado. A banana verde é considerada um alimento de baixo índice glicêmico, ou seja, sua digestão e absorção são mais lentas. Alimentos com baixo IG têm sido associados com o melhor controle de diabetes, ou até mesmo na sua prevenção quando consumidos em longo prazo.

O efeito do consumo crônico de Amido Resistente na redução dos níveis de colesterol e triglicérides tem sido bastante favorável, contribuindo com seus atributos no tratamento de dislipidemias e na prevenção de doenças do coração.

 

Receita da Biomassa

Modo de Preparo

1. Lave as bananas verdes com casca, uma a uma, utilizando esponja com água e sabão e enxágüe bem;
2. Em uma panela de pressão com água fervente (para criar choque térmico), cozinhe as bananas verdes com casca, cobertas com água por 20 minutos;
3. Desligue o fogo após os primeiros 8 minutos, e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas;
4. Espere o vapor escapar naturalmente. Não force o processo abrindo a panela debaixo da torneira, por exemplo;
5. Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela;
6. Vá aos poucos tirando a casca da polpa, que deve ser passada imediatamente no processador. É importante que a polpa esteja bem quente, para não esfarinhar;
7. Coloque a quantidade desejada da polpa cozida quentíssima no processador;
8. Processe até obter uma pasta bem espessa;
9. Se não for utilizar imediatamente, guarde a polpa em saco plástico ou pote de vidro. Essa polpa pode ser guardada por 3 a 4 meses no congelador, mas necessitará de um reprocessamento.

Fonte da Receita: Vp Consultoria

Aproveitando as cascas

Coloque as cascas das bananas que sobraram de molho em 1 litro de água com suco de 2 limões. Deixe as cascas nesta solução por um período de 30 a 40 minutos. Retire as cascas desta água, empilhe-as e pique-as em pedacinhos. Utilize-as como parte dos legumes em viradinhos ou ensopadinhos, refogar com alho, cebola e pouco e óleo e acrescentar ao arroz ou feijão…

Fonte do Aproveitamento: Funcionali