fbpx

Blog

Você sabe diferenciar fome emocional da fome física?

Muitas pessoas não sabem diferenciar fome emocional de fome física e acabam criando o hábito de alimentar-se diante das emoções, mesmo não tendo a real necessidade fisiológica.

Fome emocional é provocada por uma âncora, um reflexo condicionado à compensação de situações de estresse.
Quando a pessoa se alimenta sob fome emocional não tem controle sobre o que consome, gerando assim um desequilíbrio alimentar e tornando-se refém da comida.

Para aprender a diferenciar os tipos de fome, deve-se estar atento aos sinais que o organismo emite, em caso de fome física tem-se a sensação de estômago “colado nas costas” e irritabilidade provocada pela falta de glicose na corrente sanguínea.

Além disso, é preciso observar a quanto tempo está sem ingerir alimentos, normalmente a fome física aparece após 3 a 5 horas da ingestão. O ideal é não deixar a fome chegar ao ponto de fazer você se sentir mal ou de estar com uma fome de leão, antes você irá sentir uma leve sensação sútil na garganta.

É importante não ser refém da comida e aprender a comer apenas sob fome física, para isso, antes de ingerir algum alimento, questione-se:

  • Qual fome estou sentindo?
  • A quanto tempo eu consumi alimentos?
  • Quais momentos/situações você se alimenta diante alguma emoção? Por exemplo: reunião no trabalho, em casa, briga com alguém, no dia-a-dia de trabalho…
  • Quais emoções você sente nesse momento? Por exemplo: ansiedade, raiva, tristeza, felicidade…
  • O que você faz quando se sente assim? Por exemplo: Como uma barra de chocolate, tomo refrigerante, como algum alimento específico…
  • Qual novo comportamento você quer adquirir? Por exemplo: Tomar água com gás, caminhar, comer uma fruta…
  • Quais estratégia você vai ter para realmente adquirir o novo comportamento? Aqui você deve criar algo que faça sentido para você.

Me envie uma mensagem através desse link para que eu possa te encaminhar uma ferramenta que irá te ajudar a identificar quando você realmente está com fome.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on pinterest
Share on email